segunda-feira, 27 de julho de 2015

Leitura do Momento :Pulsação


Sinopse: "Emily Cooper sempre pensou que iria se casar e viver ao lado de Dillon Parker. Porém, após conhecer Gavin Blake, toda essa certeza foi por água abaixo. Arrebatada pelo sexy empresário, ela se entregou a uma paixão avassaladora, mas que logo foi abalada por uma dolorosa revelação.
Mesmo com o fim do tórrido relacionamento, Emily percebe que está disposta a arriscar tudo para ficar com o homem que domina seus pensamentos e sonhos desde o dia em que se conheceram. Agora ela só pode se apegar à esperança de que Gavin ainda a deseje, apesar de todos os seus erros e defeitos.
Com o coração partido, Gavin se isola da sociedade e se fecha em um mundo autodestrutivo. Emily não está acostumada a ser forte, mas terá que encontrar dentro de si a coragem e a confiança necessárias para lutar por seu amor e trazer Gavin de volta.
Neste desfecho da série, os leitores ficarão ainda mais apaixonados por Emily e Gavin, envolvidos em uma jornada de perder o fôlego e acelerar a pulsação."


Comentando...

 Quem leu "Tensão" sabe o quanto a autora deixa o leitor curioso para ler esse volume, e não fique preocupado porque NÃO vou dar spoiller nesta postagem e palmas para sinopse desse livro que também está sem spoiller algum. 

 Algo que chama atenção em "Pulsação" é que a autora poderia facilmente cair na "mesmice" e tentar prolongar os problemas do volume 1. Entretanto, logo no início o leitor vê a personagem Emily mudada, alguém que não se cala mais e usa sua voz. Claro que todo o leitor experiente sabe  que não vai ser tudo perfeito e haverá algum problema para continuar a trama. E  "O" ou "os" problemas que a autora desenvolve é daquele tipo que de alguma forma pega o leitor de surpresa e que finalmente sai da zona "Mocinha esconde o problema do mocinho" o que é ótimo porque dá a dinâmica necessária ao livro.

  Deve-se ressaltar que esse tipo de leitura é completamente voltada para um público adulto e Gail usa uma linguagem bem crua que alguns leitores podem lembrar o tão conhecido livro "50 Tons de Cinza" e é nesse contexto que a autora tem uma grande sacada e consegue trazer esse livro para sua trama em um pequeno trecho:


" - Não, ainda não. - Emily riu, entrelaçando os dedos nos dele. - E eu não estudei com Christian Grey.Mas tenho certeza de que não existe uma única mulher no mundo que não tenha ouvido falar dele. [...] " - Página 74


 Gail McHUGH narra em terceira pessoa, mas em certas partes da leitura parece que consegue fazer o leitor sentir totalmente o ponto de vista de cada protagonista, talvez seja essa uma das características que fazem dessa autora um sucesso.

sábado, 25 de julho de 2015

Livro: A Lista

Sinopse:Kitty Logan tem 32 anos e aos poucos está perdendo tudo o que conquistou: sua carreira está arruinada; seu namorado a deixou sem um motivo aparente; seu melhor amigo está decepcionado com ela; e o principal: sua confidente e mentora está gravemente doente.

Antes de morrer, Constance deixa um mistério nas mãos de Kitty que pode ser a chave para sua mudança de vida: uma relação de nomes de pessoas desconhecidas. É com base neles que Kitty deverá escrever a melhor matéria de sua carreira.

Quando começa a ouvir o que aquelas pessoas têm a dizer, Kitty aos poucos descobre as conexões entre suas histórias de vida e compreende por que foi escolhida para dar voz a elas.

Comentando...

Assim como as pessoas, cada livro tem uma história pra contar.

E os livros da Cecelia Ahern sempre mexem um pouco com a gente, pois nos fazem refletir sobre nossas vidas.

Em “A Lista”, Cecelia aborda vários assuntos contemporâneos, como o sucesso profissional, amizades, amores, experiência de vida, frustrações, culpa, perdão, insegurança, superação... São várias nuances girando em torno de um único tema: a vida das pessoas.

Neste livro, há uma ligação muito forte entre a protagonista e o leitor, pois nós também queremos saber do que se trata a misteriosa matéria. Ficamos tentando entender a ligação entre aquelas 100 pessoas, damos os nossos palpites, torcemos para que as coisas corram bem na vida de Kitty e ficamos frustrados junto com ela, quando as coisas dão errado (o que acontece com certa frequência hehe). Envolta de amigos, os conselhos que recebe também são absorvidos pelo leitor e nos trazem uma nova perspectiva sobre o que realmente importa.

Outra coisa que me conquistou foram as pessoas que Kitty conheceu. A autora criou pessoas tão diferentes, mas tão lindas e únicas, que confesso que eu queria conhecê-las também. E o mais interessante é que são todas pessoas comuns, como eu e você. Dá vontade de sair pela rua ouvindo as histórias de vida das pessoas e aprender com elas. Hehehe

Um livro emocionante (sim, eu chorei), bonito, pois fala da beleza na sua simplicidade, e gostoso como chocolate quente, numa tarde fria de chuva.




segunda-feira, 20 de julho de 2015

SETE com Babi A. Sette


Nesse quadro especial com a fofa da escritora Babi A. Sette será uma entrevista contendo apenas SETE perguntas, fazendo referência ao sobrenome da autora. Para quem não sabe ela é autora publicada pela editora Novo Século e já conta com dois romances de sucesso. 

 E a seguir a entrevista:

1) Babi, uma pergunta que sempre está nas entrevistas aqui do blog e não posso deixar de fazer, quais são suas influências de autores? Cite, três que você se considera uma fã .


1- Jane Austen
2- Judith Mcnaught
3- Lisa Kleypas

2) O seu novo livro é um romance histórico, houve muita dificuldade no momento de escrever?

Eu me sinto muito a vontade dentro dos romances históricos, me sinto tão a vontade que a sensação que tenho muitas vezes é que nasci para escrever romances históricos <3 span="">

3) Leitores e muitas vezes até os escritores gostam de montar um "Dream Cast" para os personagens dos livros, ou seja, imaginam determinado ator, atriz ou modelo representando seus personagens. Você teria algum "Dream Cast" montado para os protagonistas de seus dois livros publicados?

Sim, isso é verdade. Eu sou muito fiel ao meu dream -cast, muitas vezes penso nos mesmos atores para mais de um livro… risos
Entre o amor o e silêncio
Mitchell Petrucci - Hugh Jackman - quando ele tinha uns 32 anos
Francesca Wiggs - Scarlett Johanson 
A promessa da rosa
Arhur Harol - David Gandy
Kathelyn Stanwell- Sacarlet Johansson ( ela aqui de novo rs)

4) Antes de entregar seu original para o editor, você busca a opinião de alguma amiga ou leitora para saber reação da leitura?

Sim, acho isso muito importante. tenho algumas leitores e leitores que leem meus livros antes da editora. 
Vou citar o meu leitor critico: Márcio Vassalo
Minha beta: Thais Turesso

5) Seu atual sonho?

Escrever para sempre, ou pelo menos para o máximo de tempo que esse paras sempre durar.

6) Sei que deve ser MUITO difícil, mas comenta sobre 3 livros que você considera os seus "queridinhos", aquele tipo de livro que você tem certeza que vai querer ler diversas vezes.

É difícil mesmo citar somente três. Mas, vamos lá;
1- Orgulho e preconceito da Jane Austen, ela foi a primeira o que falar? 
2- Alguém para amar da Judith Mcnaught - Ian Torthon primeira paixão literária
3- Segredos d uma noite de verão - Lisa Kleypas - acabei de reler ele agora, adoro essa história.

7) E por fim, por favor deixe um recado especial para os leitores do blog.

Vamos ler romances e encher o mundo de amor? ou… vamos ler  (não importa o gênero) e encher o mundo da magia que os livros e as histórias trazem às nossas vidas.

sábado, 18 de julho de 2015

Livro: Segredos de uma noite de verão

Sinopse: "Apesar de sua beleza e de seus modos encantadores, Annabelle Peyton nunca foi tirada para dançar nos eventos da sociedade londrina. Como qualquer moça de sua idade, ela mantém as esperanças de encontrar alguém, mas, sem um dote para oferecer e vendo a família em situação difícil, amor é um luxo ao qual não pode se dar. 
Certa noite, em um dos bailes da temporada, conhece outras três moças também cansadas de ver o tempo passar sem ninguém para dividir sua vida. Juntas, as quatro dão início a um plano: usar todo o seu charme e sua astúcia feminina para encontrar um marido para cada, começando por Annabelle.
No entanto, o admirador mais intrigante e persistente de Annabelle, o rico e poderoso Simon Hunt, não parece ter interesse em levá-la ao altar – apenas a prazeres irresistíveis em seu quarto. A jovem está decidida a rejeitar essa proposta, só que é cada vez mais difícil resistir à sedução do rapaz. 
As amigas se esforçam para encontrar um pretendente mais apropriado para ela. Mas a tarefa se complica depois que, numa noite de verão, Annabelle se entrega aos beijos tentadores de Simon... e descobre que o amor é um jogo perigoso."

Comentando...

 E Lisa Kleypas  inicia outra série com chave de ouro em " Segredos de uma noite de verão".
Um grande diferencial notado nesse livro de romance histórico, é que no geral temos  membros da nobreza ( Condes, Duques, Marqueses... ) como sendo os mocinhos e nesse livro em especial. a autora foca na parte da história inglesa em que surge a industrialização, máquinas a vapor e com isso a nova classe de empresários ganhando um destaque financeiro, enquanto muitas famílias nobres viviam apenas de aparências. E é nesse contexto que se passará o romance vivido entre Annabelle e Simon Hunt.

" Se houvesse um pingo de poesia na alma de Simom, ele poderia ter pensado em dezenas de versos arrebatadores para descrever os encantos dela.Mas ele era plebeu até os ossos e não conseguia encontrar palavras que descrevessem com precisão a atração que sentia. - Página 29

   Um dos encantos dessa leitura é a amizade que se forma entre algumas personagens:

"Durante a onda destes e outros bilhetes engraçados que foram trocados entre elas, Annabelle começou a experimentar algo que se esquecera havia muito tempo: o prazer de ter amigas. " - Página 41

 Destaque para os diálogos que fazem o leitor suspirar e até arranca algumas risadas:

"- Achei que fosse oferecer uma dança. Uma valsa ou quadrilha.
-Cheguei a pensar nisso- confessou ela.- Mas um beijo me parece mais oportuno, sem falar que é muito mais rápido que uma valsa.
-Não os meus beijos. " - Página 109

" - Sim, eu sei - disse ele com um sorriso. - Pode poupar o esforço de me atirar adjetivos na cara. Já ouvi todos os possíveis. 
[...]
- Não quero atirar adjetivos na sua cara - retrucou ela.- Um ou dois objetos afiados já bastariam. " - Página 141

 Há um certo ponto do livro que o leitor pode até pensar : " Ah! Mas agora não terá mais novidades". Contudo Lisa tem o poder de continuar o enredo sem ser algo forçado, prendendo com sua narrativa e mostrando o seu talento a cada página!

sexta-feira, 10 de julho de 2015

Assisto ou Desisto: BELLE

Sinopse: "Dido Elizabeth Belle (Gugu Mbatha-Raw) é a filha do capitão britânico John Lindsay (Matthew Goode) com uma escrava africana. Após a morte da mãe, Dido vai morar na Inglaterra com o tio, Lorde Mansfield (Tom Wilkinson), para ser criada como uma dama da aristocracia. A jovem se apaixona pelo advogado John Davinier (Sam Reid), mas esse relacionamento irá enfrentar os preconceitos da sociedade inglesa."

Comentando...

 Esse filme foi indicação da amiga Elen que falou que eu ia gostar e acertou em cheio! Filme totalmente singular, com uma delicadeza e ótimas interpretações.  Com certeza. recomendo!

 Só para variar temos o ator Tom Felton ( Conhecido por seu personagem Draco Malfoy na saga Harry Potter) interpretando novamente um rapaz metido , altamente preconceituoso, em resumo uma pessoa má. Contudo, para contrastar com essa maldade, encontra-se a bondade e extremo romantismo do personagem John Davinier que encanta o telespectador e certamente arrancará suspiros femininos já que o ator além de interpretar bem é MUITO bonito. Nesse caso, invés de escrever é melhor  ver uma fotinho, não?


O mais tocante é que o filme foi baseado em fatos reais.O quadro que é extremamente importante na adaptação cinematográfica de fato existe. Ele é altamente simbólico pois, mostra uma moça negra em uma pintura com uma posição elevada, não somente em relação aos status sociais, mas referente à posição relativa; já que se encontra acima de uma nobre branca. Fato este que não era admitido naquela época.

O quadro original de 1779 fica oficialmente fica exposto em um castelo na Escócia onde viveu o tio de Belle. A seguir a foto do quadro:

quarta-feira, 8 de julho de 2015

Livro: Predestinadas

Sinopse: "Predestinadas é uma história inesquecível, cheia de altos e baixos e boas surpresas. Um fim incrível para uma trilogia excepcional.” –Cate Cahill acabou de ser apagada da memória de Finn, o grande amor de sua vida. A responsável por essa traição foi Maura, uma de suas irmãs, e Cate está certa de que nunca vai conseguir perdoá-la. Enquanto isso, Tess, a caçula, está às voltas com visões cada vez mais assustadoras.Como se não bastasse, a Nova Inglaterra vem sendo tomada por uma febre mortal sem precedentes. Preocupada, Cate quer ajudar a todos, mas é impossível fazer isso sem revelar seus poderes e, assim, aumentar a fúria dos Irmãos da Fraternidade, os implacáveis caçadores de bruxas.Em meio a desavenças com suas aliadas em potencial, Cate terá que se desdobrar para conseguir prestar o auxílio que deseja, proteger Tess e Finn e lutar por uma nova ordem que permita que as bruxas sejam representadas no governo de sua cidade e não precisem mais se esconder.Predestinadas é o desfecho de uma saga permeada de delicadeza, cores, magia e fortes emoções. As irmãs Cahill terão que enfrentar os maiores desafios de sua vida, e o amor que sentem uma pela outra será fundamental nessa jornada."

Comentando... 
Predestinadas foi um dos livros que fiquei aguardando ansiosamente o lançamento. Depois de ter acabado de ler o segundo volume da série, precisava logo ler o último e descobrir o que iria acontecer com Cate, Finn, Maura e Tess. 


A leitura de Predestinadas me prendeu, mesmo que algumas partes tenham sido um pouco lentas. Mas, a leitura surpreende. 


Vemos o quanto Cate cresceu, ela está mais forte, faz de tudo para proteger todos e tem que seguir em frente diante de todos os obstáculos. Ela ainda está triste com o acontecimento que fez Finn perder as memórias, e seu relacionamento com sua irmã Maura está estremecido, já que foi Maura que causou isso a Finn.


Mas vamos percebendo no decorrer da leitura que o relacionamento entre as irmãs vai chegar a um entendimento. Tess está sofrendo com terríveis visões e não está conviver com elas. Tess está se distanciando um pouco de Cate para poder lidar sozinha com suas visões.

Em Predestinadas temos uma disputa maior entre as bruxas e os Irmãos da Fraternidade, e também tem uma febre mortal que está atacando a parte mais pobre da cidade. As bruxas farão de tudo para poder ajudar os necessitados. 


No último livro da série teremos o desfecho da guerra entre as bruxas e os Irmãos da Fraternidade, e também como os humanos enfrentarão a reaparição das bruxas. Uma série surpreendente e maravilhosa. Um final que vai surpreender os leitores. 

sábado, 4 de julho de 2015

Resultado de Promoção:Vango - Entre O Céu E A Terra

Muitos deixaram recados, mas os participantes do sorteio foram SOMENTE os que seguiram todas as regras que eu conferi. O sorteio foi feito pelo site: http://sorteiospt.com/. Entrarei em contato com o vencedor por e-mail ( MEU e-mail pessoal) e o assunto será: "Blog Eternamente Princesa!". A pessoa tem até 7 dias para me responder contendo no e-mail o endereço completo, lembro que tal informação será repassada para editora; porque esta que é responsável pelo envio do premio. 

E quem ganhou foi:



quarta-feira, 1 de julho de 2015

Música: álbum Helios - The Fray


"The Fray" lembro que o primeiro som que escutei deles foi "Over my  head", no ano de 
2007 e desde então adoro suas músicas. 


"Helios" é o último álbum lançado pela banda.Composta por onze faixas, o cd já inicia com tudo com a canção "Hold My Hand". A voz do vocalista é inconfundível e na minha opinião perfeita! Adoro os agudos junto com a rouquidão na medida certa que ele tem. 

  Logo depois vem "Love Don´t Die" e com certeza é aquela canção que parece que SEMPRE esteve lá, só estava esperando alguém tocá-la, dá para imaginá-la tocando em "The Vampire Diares", por exemplo. "Give It Away" é a que tem a pegada bem 

sendo cantada pelo Maroon 5. "Closer To me"  um toque de Coldplay . "Hurricane" tem um toque de  "The Killers"  pela parte eletrônica que acompanha o ritmo. "Keep Waiting"  que MÚSICA! Com certeza, será outra balada de sucesso. "Our Last Days"e  "Break your Plans" segue bem o estilo dos outros álbuns. E para finalizar a sequência  temos mais 3 ótimas canções.

Quem já gosta do som de "The Fray" com certeza vai amar "Helios" e quem não conhece, conselho: Vá correndo escutar!

Obs.: NÃO coloco vídeos ou links para ouvir canções pois fico muito chateada que volta e meia tais links  expiram. Mas ficou curioso? Só digitar no famoso "Google" o nome das músicas para ouvir.